Jesus é tudo que precisamos

O poder do nome de Jesus vai muito além da nossa capacidade de conhecer a Sua história e o que Ele fez enquanto viveu como homem. Esse nome carrega o caráter amoroso do Senhor e nos lembra da maior prova de amor de todos os tempos.

Quando olhamos para a Palavra, vemos que, principalmente no Antigo Testamento, diferentes nomes foram dados ao Senhor, entre eles:

  • Jeová Jiré: Deus proverá (Gênesis 22:14)
  • Jeová Rafá: o Deus que sara (Êxodo 15:26)
  • Jeová Nissi: o Senhor é a minha Bandeira (Êxodo 17:15)
  • Jeová Tsidikenu: o Senhor é a nossa Justiça (Jeremias 23:6)
  • Jeová Shamah: Deus está aqui (Ezequiel 48:35)
  • Jeová Shalom: O Senhor é Paz (Juízes 6:24)

Esses nomes tinham relação com os milagres que Ele realizava e, em Jesus, todos estavam presentes. Podemos ver isso na vida de Cristo. Por exemplo:

  • Ele proveu alimento para mais de cinco mil homens, mulheres e crianças.

“E ordenou que a multidão se assentasse na grama. Tomando os cinco pães e os dois peixes e, olhando para o céu, deu graças e partiu os pães. Em seguida, deu-os aos discípulos, e estes à multidão. Todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços que sobraram.” (Mateus 14:19-20)

  • Ele curou cegos.

“O que você quer que eu lhe faça?”, perguntou-lhe Jesus. O cego respondeu: “Mestre, eu quero ver!”.

“Vá”, disse Jesus, “a sua fé o curou”. Imediatamente ele recuperou a visão e seguia a Jesus pelo caminho.” (Marcos 10:51-52)

  • Ele libertou cativos.

“Então, esta mulher, uma filha de Abraão a quem Satanás mantinha presa por dezoito longos anos, não deveria no dia de sábado ser libertada daquilo que a prendia?” (Lucas 13:16)

O que está por trás do nome de Jesus?

Jesus viveu como homem por 33 anos e, durante esse período, foi a perfeita expressão de Deus aqui na Terra. Ao voltar para o céu, Ele nos presenteou com uma arma poderosa e acessível a quem crê em Jesus: o seu nome.

Jesus é mais do que um nome ou um conjunto de letras. Ele é uma Palavra de autoridade no mundo espiritual. Esse nome revela algumas características do Pai.

1.  Jesus é o seu Pastor. Ele cuida de você!

“Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas.” (João 10:14-15)

Um pastor cuida, alimenta, protege e guia suas ovelhas a lugares seguros. Ele guarda os animais que estão sob sua responsabilidade. Portanto, dizer que Jesus é o seu Pastor é atribuir a Ele o papel de zelar pela sua vida.

2.  Jesus é o seu maior exemplo de fé

“Ao que Jesus lhes disse: Tende fé em Deus; porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e assim será convosco.” (Marcos 11:23-24)

Até o início do seu ministério, Jesus viveu como eu e você. Ele parecia uma pessoa comum, mas seu alvo era o céu. Ele conhecia sua identidade de Filho de Deus e viveu com base nessa realidade até o final.

Jesus nasceu conhecendo o final da sua vida: morrer pelos homens e mulheres afastados de Deus por causa do pecado. Ele era um justo que daria a vida pelos injustos e sabia o quanto sua morte seria dolorosa.

No entanto, o Filho de Deus também conhecia a glória que Lhe aguardava se permanecesse firme até o fim. Ele não foi surpreendido por nenhuma situação vivida aqui na Terra e, para cumprir sua jornada, precisou se manter firme na fé.

3.  Jesus é o seu salvador

“Sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós que, por meio dele, tendes fé em Deus, o qual o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de sorte que a vossa fé e esperança estejam em Deus.” (1 Pedro 1:18-20)

O sacrifício de Jesus foi suficiente para salvar cada homem e mulher das mãos do inimigo de uma vez por todas. Por causa dEle, você não precisa de intermediários para chegar até o Pai.

Foi o próprio Deus quem planejou e executou o plano de salvação. Ele, através de Jesus, fez tudo o que precisava ser feito para que você se relacionasse com o Senhor novamente.

Hoje, você tem o direito de recebê-Lo como Senhor da sua vida e viver a vida que Cristo conquistou para você. Ele sofreu para que você recebesse a identidade de filho de Deus.

O nome de Jesus está acima de todo nome

O nome de Jesus é o nome mais poderoso de todos. Diante dEle, até o inimigo se prostra. Esse nome está disponível para você, por direito adquirido através da obra da cruz.

“Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.” (Filipenses 2:9-11)

No nome de Jesus, existe provisão e salvação. Ele é a resposta para cada uma das suas necessidades, sejam elas materiais ou não. NEle, você encontra direção e cuidado para ser guiado debaixo da “boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).

O seu Pai cuida de você e de cada área da sua vida em detalhes. Ele te presenteou com o nome de Jesus, o qual está acima de todo nome, porque te ama e se alegra com cada uma das suas vitórias.

Gostou do conteúdo? Compartilhe e abençoe a vida de alguém!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *