O caminho para construir um lar de paz

Quando você pensa na sua casa, o que gostaria de ver: um lar de paz ou um lugar de guerra? O que você vive hoje está de acordo com o que você sonha?

A família foi planejada por Deus para ser um ambiente de paz, de alegria e de crescimento. No entanto, para desfrutar dessa realidade, você precisa investir nos seus relacionamentos e fazer escolhas sábias todos os dias.

Quando Deus te fez, Ele estabeleceu um propósito para sua vida que não envolve a solidão. Os sonhos e planos dEle também envolvem a sua família. Não estamos na terra apenas por nós mesmos.

Deus nos fez para ser bênção na vida de outros. Na nossa jornada, a nossa história se costura com a de outras pessoas e, juntos, formamos uma espécie de colcha de retalhos.

Deus não nos criou para viver sozinhos, mas para termos relacionamento com Ele e com os outros. Uma prova disso está em Gênesis 3:8. Deus visitava Adão e Eva todos os dias.

Hoje, porém, o estilo de vida do homem está cada dia mais individualista e solitário. Isso vai contra o projeto de Deus para nós. Por isso, precisamos ter cuidado para não nos conformarmos com esse modo de viver que tenta nos tornar autossuficientes.

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2)

Construa seus relacionamentos sobre a rocha

Nós fomos feitos para viver relacionamentos saudáveis, dentro e fora do nosso lar. Contudo, esse tipo de relação não é fruto do acaso.

Parte da jornada rumo a esse tipo de relacionamento envolve reconhecer o papel do outro e honrar a vida daqueles que nos cercam. Somos o reflexo das pessoas com quem nos relacionamos e a quem damos espaço para influenciar nossas vidas.

Deus não fez a família para ser um amontoado de pessoas ligadas apenas por laços sanguíneos ou por um sobrenome em comum. No plano dEle, família é lugar de vida, de alegria e de construção. Ela foi feita para ser um lar de paz.

Nós construímos a nossa casa todos os dias, com atitudes pequenas e grandes. Então, sobre qual fundamento você tem construído o seu lar?

Em Mateus 7:24-27, Jesus chama de prudente quem pratica Suas palavras e compara essa pessoa a alguém que construiu sua casa sobre a rocha, ou seja, fundamentada na Palavra de Deus. Por outro lado, quem não faz isso, é comparado a um imprudente que construiu seu lar sobre a areia. Qual é o fundamento sólido: a rocha ou a areia?

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda.” (Mateus 7:24-27)

Num primeiro momento, podemos até focar os olhos na fachada da construção e ignorar o fundamento. Porém, com o passar do tempo, os desafios vão chegar e a estrutura será colocada à prova. É nessa hora que o fundamento mostra a sua importância.

Deus te chamou para ser um construtor de vidas

Você já precisou conviver com alguém que reclama o tempo inteiro e só sabe acabar com a alegria dos outros? Como você se sentiu?

Deus nos fez para viver em comunidade. Ele nos criou para influenciar e nos deu a capacidade de aprender com o outro. De que forma você tem influenciado as pessoas e quem tem te ajudado a construir sua vida?

Você foi chamado para marcar a vida de outros de forma positiva. Deus te fez para ser um incentivador, alguém que injeta ânimo e fé na vida de outros.

Deus te chamou para amar com o amor dEle

Uma das marcas de um filho de Deus é o amor, mas o que significa amar com o amor dEle?

1 Coríntios 13 revela um tipo de amor que não pode ser compreendido pela razão humana porque não cabe na lógica do mundo. Amar como Deus nos ama significa olhar para o outro com as lentes do perdão, da compaixão e da misericórdia.

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13:4-7)

O amor do tipo de Deus está sempre pronto para perdoar e dar uma nova chance. Jesus é o maior exemplo de amor.

Deus te chamou para investir na vida de pessoas

Investir na vida de alguém não se resume a ajudar financeiramente, mas zelar pelo outro valorizando, ajudando e incentivando em todas as situações.

Na jornada com Deus, somos desafiados diariamente e o tipo de relacionamentos que construímos fazem total diferença na maneira como vamos encarar os problemas. Nosso coração se encherá de fé ou de desânimo?

Josué e Calebe foram homens cheios de fé e que não deixaram o medo dominar seu coração. Diferente dos outros dez homens que espiaram a terra de Canãa, apenas os dois se levantaram em fé. Como consequência, foram os únicos espias que entraram na terra prometida.

E se o investimento der errado?

Ao investir em pessoas, não estamos lidando com robôs ou objetos. Por isso, não podemos prever como as coisas acontecerão ou que tipo de reação o outro terá. Nas horas difíceis, se nossos olhos não estivermos em Cristo, será muito difícil continuar.

Jesus se entregou por nós sem garantia alguma de que nós responderíamos ao amor dEle. Da mesma forma, o fato de decidirmos colocar a Palavra de Deus em prática não significa que as coisas irão acontecer como esperamos. Se isso acontecer, o que fazer?

Continue a fazer o que Deus te chamou para fazer e Ele te honrará.

Guarde o seu coração e deixe a vida de Deus fluir através de você

Deus depositou em nós dons e talentos que não foram feitos para ficarem engavetados. Ele nos criou com sonhos que não cabem apenas em nosso coração. Nós fomos criados para construir relacionamentos sólidos e saudáveis. Por isso,

  • Ame as pessoas com o tipo de amor de Deus;
  • Ajude os outros a avançarem na jornada;
  • Lembre-se que Deus não fez ninguém para o fracasso;
  • Invista na vida das pessoas que te cercam;
  • Seja um agente de bênçãos na vida de outros.

Deus conta com você para construir relacionamentos saudáveis e firmados sobre a rocha, Jesus.

Este texto foi inspirado na primeira mensagem da série “relacionamentos importam”,  ministrada na Academia da Fé (Ribeirão Preto). Clique aqui e assista à playlist completa.

Gostou do conteúdo? Compartilhe e abençoe a vida de alguém!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *