Como resolver os conflitos familiares à luz da Bíblia

Como resolver os conflitos familiares quando todos os envolvidos acreditam estar com a razão? 

Enfrentar as crises na família é um processo que sempre começa com uma decisão de um dos envolvidos. Ele escolhe dar o primeiro passo e tomar uma atitude para resolver o conflito. 

Para ser essa pessoa, não podemos agir com base em sentimentos. Só conseguimos agir assim quando decidimos trocar nossa mentalidade pela maneira como Deus pensa. Essa consciência nos leva a obedecê-lo mesmo quando isso envolve parecer em desvantagem. 

Relacionamentos estáveis não são fruto do acaso. Eles exigem esforço diário e decisões sábias diante de cada desafio que aparece.  

Quem deseja experimentar esse tipo de relação precisa escolher amar, perdoar e dar novas chances todos os dias. Não existe outro caminho para construir uma família de paz. 

As crises na família, muitas vezes, parecem não ter solução. Contudo, se Deus está conosco, podemos superar todos os obstáculos. A partir de hoje, deixe Ele ser o condutor da sua vida familiar e veja os milagres acontecerem. 

Como nascem os conflitos familiares? 

Olhe para a sua casa e responda: quem é exatamente igual a você? 

Você pode se achar muito parecido com sua mãe ou idêntico ao seu pai. Pode olhar para o seu filho e enxergar uma cópia sua. Porém, nenhum deles é totalmente igual a você. Todos somos diferentes. 

Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir.” (Salmos 139:16) 

Deus é criativo. Ele nos fez com dons, talentos e personalidades diferentes para a honra e glória do nome dEle. Além disso, a nossa história de vida nos ajuda a construir uma forma de pensar e agir que, muitas vezes, conflitará com quem está ao nosso redor. Em outras palavras, os conflitos nascem das nossas diferenças. 

Por que enfrentar as crises na família? 

Para fugir das crises, muitas vezes, escolhemos não as enfrentar. Essa atitude, no entanto, não traz vida ou ajuda a construir um lar saudável. 

Você sabe como uma ostra produz pérolas? 

A pérola é resultado da reação da ostra a um incômodo. Quando o agente invasor aparece, ela reage. Essa situação faz com que esse animal libere uma substância que cobre o intruso de tal forma que ele, além de ser neutralizado, forma uma joia.   

Pérolas nascem de um esforço da ostra. Da mesma forma, construir famílias equilibradas não é fruto do acaso. 

Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta.” (Mateus 5:23-24) 

Nós precisamos lidar de maneira própria com os conflitos porque crises não resolvidas se tornam barreiras para relacionamentos saudáveis. Se você deseja viver em um lar de paz, esteja disposto a resolver conflitos familiares. 

Como resolver os conflitos familiares? 

Pessoas são diferentes. Logo, para conhecer o melhor caminho para resolver conflitos na família, você precisa ter em mente quem é a outra parte. 

Não existe um único caminho para enfrentar as crises familiares, porém, com a ajuda do Espírito Santo, podemos descobrir como vencer os problemas de relacionamento na família. 

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” (Tiago 1:5) 

Embora não exista uma fórmula, algumas atitudes fazem toda a diferença na hora de solucionar conflitos. Hoje, queremos destacar duas. 

1. Cuide dos seus pensamentos 

Quando decidimos resolver os conflitos familiares, precisamos cuidar do que pensamos.  

Tudo o que acontece em nossa vida começa nos pensamentos. Que tipo de imagem você tem alimentado sobre as pessoas da sua casa? 

  • Ninguém trai um cônjuge do nada;
  • Nenhum filho engana um pai ou uma mãe do nada;
  • Nenhuma crise familiar acontece de repente. 

Para que qualquer uma dessas coisas aconteça, houve tempo investido para pensar nelas. 

A qualidade do que pensamos hoje determina os tipos de relacionamentos que teremos. Mais do que isso, o destino das nossas relações depende da imagem que cultivamos do outro. 

Se você quer resolver as crises na sua família, comece mudando o foco dos seus pensamentos. Decida olhar para o outro pelas lentes do amor de Deus e privilegiar o que Deus pensa a respeito dele ou dela. 

 2. Cuidado com suas palavras 

Palavras são poderosas para construir ou destruir. O que você tem declarado sobre sua casa? 

Nós recebemos graça e compaixão do nosso Pai celestial e precisamos aprender a agir assim em nossas relações. 

Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha.” (Tiago 3:5) 

Viu como a língua, mesmo sendo tão pequena, precisa ser controlada? 

O que dizemos direciona nossa vida e influencia diretamente nas nossas relações e no clima dos nossos lares. Portanto, adote uma postura diferente quando enfrentar as crises na família. 

  • Tempere suas palavras com compaixão;
  • Decida ouvir o outro com empatia;
  • Respeite as opiniões diferentes, mesmo que você não as entenda; 
  • Calce os sapatos do outro; 
  • Deixe de lado as armas verbais e foque em resolver o conflito.

Se você deseja resolver os conflitos familiares, preste atenção ao que fala. Escolha dizer palavras de vida e construa sua casa com base no que Deus diz a respeito dela.  

Buscar solução para os problemas é uma forma de valorizar sua família 

O que você protege com mais intensidade: o que é valioso ou o que é descartável? 

Quando valorizamos a família, a protegemos com todas as nossas forças. Isso envolver enfrentar as crises usando as ferramentas certas e buscar resolver os conflitos familiares usando as melhores estratégias.  

Família é projeto de Deus. Por isso, se pensamos como Ele pensa, precisamos valorizá-la e cuidar para que ela seja um lugar de construção e paz. 

Em algum momento da vida, vamos machucar alguém que amamos ou seremos feridos por essas pessoas. Todos somos imperfeitos e estamos em processo de aperfeiçoamento. O que fazer nessas horas? 

  • Cuide dos pensamentos que você guarda sobre o outro. Deus pensaria assim a respeito dele ou dela? 
  • Tenha atenção ao que você fala. Não use palavras das quais você pode se arrepender; 
  • Decida andar em amor e perdoe. 

O amor e o perdão abrem as portas para a construção e a restauração de relacionamentos. Eles são fundamentais na edificação de uma família de paz e precisa estar envolvido quando decidimos resolver os conflitos familiares. 

Este texto foi inspirado na mensagem “Conflitos: como resolvê-los?”, ministrada na Academia da Fé (Ribeirão Preto), pela Pastora Polly Frohe. Clique aqui e assista à mensagem completa.  

Você também pode assistir a todas as mensagens da série Relacionamentos importam aqui. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe e abençoe a vida de alguém!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *