Deus te ama! Não duvide desta verdade

Você acredita que Deus te ama?

Acredita mesmo, não importa o que aconteça, que você é amado por Deus?

A frase “Deus te ama” é muito repetida. Por isso, muitas vezes, acaba soando banal para quem ouve. No entanto, ela nunca é uma banalidade, mas é uma verdade absoluta.

Jesus te ama. Jesus te ama. Jesus te ama.

Hoje, queremos reforçar que você é amado pelo seu Pai. Isso não é fruto de um sentimento humano ou depende do que você faz. Jesus escolheu se entregar por você, mesmo sem ter garantia de que você aceitaria o amor dEle.

Você é um filho amado, abençoado, cuidado e protegido. Nada pode mudar essa realidade.

Vivemos pelo que cremos, não pelo que vemos

A nossa relação com Deus não se baseia nas nossas atitudes, mas na fé. É ela que nos faz chegar diante do Pai mesmo tendo consciência de que somos pequenos diante da grandeza, do poder e do amor dEle.

“Aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.” (Hebreus 4:16)

Pense em uma pessoa que você sabe que te ama muito. Agora, responda: por que você tem essa certeza?

Aceitar o amor de Deus é um passo de fé, pois depende de olharmos para uma pessoa que não é visível, mas é real.

A fé nos faz olhar para Jesus e ter certeza de que somos amados, independentemente das circunstâncias. Isso não é mérito nosso.

3 momentos nos quais precisamos lembrar que Deus nos ama

1. Quando não sentirmos a presença dEle

O que nos aproxima de Deus é a fé. Por causa dela, podemos crer na Palavra sem duvidar. E uma das coisas que a Bíblia nos garante é que somos amados por Deus de forma incondicional.

Esse amor não é fruto do que fazemos, mas da própria natureza de Deus.

Deus nos amou quando estávamos mortos em nossos pecados (Efésios 2), quando não queríamos nenhum tipo relacionamento com Ele.

O tamanho do amor de Deus por nós é muito maior do que qualquer coisa que podemos fazer para conquistá-lo ou dos erros que cometemos. Por isso, não é porque não sentimos a presença dEle que Ele deixou de nos amar.

Jesus não precisa de motivos para nos amar. Ele escolher fazer isso diariamente, em todos os momentos e para sempre.

2. Quando nós pecarmos

Adão foi o primeiro homem a pecar e, quando se deu conta disso, logo buscou se esconder de Deus (Gênesis 3). Ainda hoje, essa costuma ser a nossa primeira reação diante de um pecado.

Pecar é ter atitudes diferentes daquelas que Deus nos orienta a ter. Nessas horas, é fácil se sentir indigno e querer fugir da presença do Pai. Contudo, não é essa atitude que ele nos orienta a ter.

“Ouvindo o homem e sua mulher os passos do Senhor Deus que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus entre as árvores do jardim. Mas o Senhor Deus chamou o homem, perguntando: “Onde está você?” (Gênesis 3:8-9)

Quando Adão se escondeu, Deus foi até ele.

Quando Jesus estava na terra, Ele não deixava os pecadores de lado.

Isso significa que Deus concorda com o pecado? Não. Ele odeia o pecado, mas ama o pecador.

O pecado nos afasta de Deus porque abre espaço para a condenação que vem do inferno. Porém, Jesus é a solução para qualquer erro cometido pelo homem.

Com seu sacrifício, Jesus resolveu o problema do pecado de uma vez por todas. Agora, Ele muda a nossa natureza e garante perdão para cada falha que cometemos. Por isso, quando você pecar, não fuja de Deus. Ao contrário, corra para Ele.

O sangue de Jesus nos purifica de todo pecado, seja ele passado, presente ou futuro. Nunca se esqueça disso!

3. Quando precisarmos de alguma coisa

Muitas vezes, queremos resolver as situações na força do nosso braço. Pode ter certeza de que você não está sozinho nessa.

O convite de Deus, contudo, é para buscarmos a solução para os desafios nEle porque Ele tem a melhor solução para cada momento.

Os seus problemas são importantes para o seu Pai. Suas alegrias são as alegrias dEle também.

Deus ama se relacionar conosco. Ele se importa com cada uma das nossas necessidades, não importa quais sejam ou quão importante pareçam para as outras pessoas. O seu Pai se importa com você.

O amor de Deus por você não muda

Hoje, como você se sente quando pensa no amor de Deus?

Constrangido? Indigno? Alegre?

Não importa qual foi a sua resposta, estamos aqui para te lembrar de que Deus te ama.

Hoje, o seu passado não importa para o seu Pai porque Ele faz novas todas as coisas (1 Coríntios 5:17). Por causa da Sua graça, Ele garante um futuro próspero e abundante para os Seus filhos amados.

É impossível conhecer o amor de Deus e não querer estar perto dEle. Quanto mais você O conhecer, mais fome e sede terá dEle e da Palavra.

Deus não te ama mais porque você não erra ou menos porque você é um expert em pecar. O amor dEle é mais poderoso do que qualquer falha sua.

Creia no amor incondicional de Deus por você todos os dias

Muitas vezes, temos dificuldade em aceitar o amor incondicional de Deus porque nos baseamos nas relações terrenas.

Como é a sua relação com seus pais? E com seus irmãos?

Como você se relaciona com seus filhos? E com seu marido?

Você pode ter a melhor referência possível de relacionamento familiar, mas, ainda assim, essa não pode ser a base para a sua relação com o seu Deus.

Deus te ama tanto que, mesmo sem você merecer, enviou Seu único filho para morrer no seu lugar e te dar o perdão total e completo pelas suas falhas. Esse tipo de amor não pode ser encontrado em nenhum humano. Por isso, para entender o amor de Deus por nós, devemos descobrir quem Ele é através da Sua Palavra.

Quer conhecer sua verdadeira identidade em Cristo? Clique aqui e adquira o e-book “Real identidade”.

Gostou do conteúdo? Compartilhe e abençoe a vida de alguém!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *